sábado, 29 de dezembro de 2012

Feliz Ano Novo!


Feliz Ano Novo!

E deixa eu ir ali comprar fogos para o já tradicional espetaculo pirotecnico do Cristiano e este ano serão 10 segundos de muita emoção!

Felicidades gente!

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Se gritar pega ladrão(2)...

(No centro de Belo Horizonte)
- Bicho me passa tudo. (Ladrão)
- Toma, mas não faz nada! (Roubado)
- Ok. (Ladrão)
(O ladrão dá dois passos e volta.)
- Bicho deixa eu te dar um toque porque eu gostei de você, você não reagiu e não gritou. Quem me dera se todo mundo fosse assim... (Ladrão)
- Hã? (Roubado)
- Nem te conto, mas não passa por aqui não, porque tá perigoso... (Ladrão)
- To vendo. (Roubado)
- É mais fácil você passar pela a rua de baixo é mais iluminada... (Ladrão)
- Tá bom, então. Obrigado... (Roubado)
- De nada. (Ladrão)
.Sem Mais.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Se gritar pega ladrão...


(No centro de Belo Horizonte)

- Bicho me passa tudo. (Ladrão)
- Cara deixa o da passagem. (Roubado)
- Qto é sua passagem? (Ladrão)
- R$ 2,80. (Roubado)
- Pô cara que roubo?! Fica com R$ 3,00 ai!! (Ladrão)

.Sem Mais.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Em um puteiro qualquer

Em um puteiro qualquer, um homem qualquer com uma mulher qualquer

- Oi garanhão, vai ser como?
- Como assim?
- É? Como você quer?
- Uai, sabe o que é... Eu nunca fiz isso.
- Que bonitinho, você é virgem?
- Não é que eu nunca... vc sabe...
- Pagou?
- É isso mesmo e quanto é mesmo?
- R$ 50,00.
- Nossa ta bem caro, hein? Mas então, como que funciona? Eu escolho e você faz?
- Sim, mas não pode sexo sem camisinha... e atrás não rola.
- A tá. Então, vamos começar? Como que começa?
- Deixa comigo...
- Hihihihi
- O que foi?
- É que sinto cócegas no peito... Deixa que eu tiro mesmo. Você se incomodaria deu ficar com a meia? Eu sinto frio nos pés.
- Sem problemas. Vem... Então... Vem...
- Aqui...
- O que foi?
- A roupa de cama ta limpa?
- Ta sim, eu troquei depois que o outro saiu...
- Já teve outro?
- Hahaha, teve sim... A noite ta corrida. Isso aqui ta uma loucura!
- Serio?
- É! E você sabe como é. Tenho que mandar dinheiro lá para casa.
- Por quê?
- Meus filhos estão lá com minha mãe... E ai eu mando dinheiro para eles... Mas então garanhão... vem logo...
- Sabe o que é... essa conversa toda eu não vou conseguir colocar a camisinha...
- Xi... Ele não ta duro? Vem cá... Deixa eu ver...
- Olha ele está pequenininho assim, mas depois de crescer você vai ver...
- Eu sei que ele vai crescer...
- Sabe o que seria melhor? Deixa eu me vestir.
- Mas por quê?
- Não dá... Toma ai R$ 75,00 e mande um abraço para as crianças... Fica bem!
- Tem certeza?
- Tenho sim.
- Obrigada
- Obrigado
E ele sai do quarto de mais um programa inacabado e jurando para ele mesmo que nunca mais faz outro... 

sábado, 15 de dezembro de 2012

Cuidado vc pode estar sendo observado


Em um escritório de uma empresa de TI qualquer:

- Ta vendo aquela ali?

- Tô.

- Cara toda a semana ela aparece com o cabelo molhado...

- É?

- Sim...

- Ela deve fazer natação.

- Mas, natação uma vez por semana?

- Eu nunca vi, geralmente são duas. Mas você tem certeza que é uma vez por semana?

- Tenho.

- Sempre no mesmo dia?

- Não! Venho acompanhando ela a muito tempo... ta tudo marcado aqui!

- Como assim você anota os dias que ela aparece de cabelo molhado!??!

- Sim e já percebi que tem um padrão! Pelo menos uma vez por semana e quando esta na terceira semana do mês são duas vezes! Já teve dias de 4 vezes em uma semana! E acredite... Na quarta semana ela não chega de cabelo molhado! E o dia favorito dela é quarta feira!

- Bicho, como assim? E o que isso tudo significa?

- Cara ela vai para o motel, ta claro como água!

Cuidado você pode estar sendo observado(a)!

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Em um Bar

Em um buteco daqueles que você pensa duas vezes em entrar... e nunca entraria de hipótese alguma se tivesse sem chinelo um grupo de amigos pararam para conversar sobre qualquer coisa, beber qualquer coisa e comer qualquer coisa!

Papo vai, papo vem... E uma certa hora um fala preocupado...

- Mulher é um bicho doido...

- Porquê? (Indaga um comendo uma dobradinha mergulhada na gordura.)

- Depois de 3 anos de casada... ela me falou que nunca chegou lá!!!

- Pra onde ela queria ir? (Falou rindo um que já estava meio chapado)

- Mas rapaz? Ela falou por quê? (Disse outro vendo uma menina que passava na esquina)

- Ela disse que desde que a minha mãe comprou... um quadro e a gente colocou na parede do quarto ela nunca mais chegou lá!

- Uai! Que quadro é esse? (Perguntou todos meio assustados)

- Normal... tem umas casinhas, na montanha e um rio passando.. la no fundo. Achei bonito até...

- Tira o quadro... troca de posicao... leva ele pra sala, sei lá.... (Falou o comilão de dobradinha)

- Fiz... isso semana passada...

- E ai??? (Todos Falando ao mesmo tempo)

- Ai que eu senti falta do quadro e não cheguei lá!

- Lá aonde? (continuou rindo o mais chapado)

- Nossa... pq? (falou um que estava calado até então)

- Não sei... só sei que não consegui... ai voltei com o quadro pro quarto... (Disse ele meio envergonhado)

- Já sei! Pq vc não tira a foto do quadro e coloca em um porta retrato? (Falou um antes de beber outro gole de cerveja)

- Você vai ver ele... e ela nem vai perceber...

- Boa Ideia!!!! (Disse o chapado)

- Mas gente é só um quadro com nada demais pintado! (Disse o rapaz comendo o ultimo pedaço de dobradinha)

E a hora de ir pra casa já tinha chegado... e no final das contas o quadro ficou lá... E a mulher? Começou a chegar lá... imaginando o vizinho com ela... em uma casinha daquele quadro. rsrsrs

Original Aqui

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Ganhei meu dia


Sou um mero terceiro aonde eu trabalho e todo o final de ano eles fazem uma grande festa e eu como um terceiro alocado e filão que sou vou. Ai hj atendo meu ramal e o cliente:

- Cara vc vai na festa da empresa.

- Uai, to achando que vou dar uma passadinha lá.

- Blz a gente se vê e eu te pago uma cerveja.

- Precisa não rapaz...

- Claro que precisa... O sistema que vc fez quebrou mó galho para a gente.

(Bem que meu chefe podia estar na extensão do telefone)

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Cronicas de Belo Horizonte


BH tem uma tradição parece boba a principio (e na verdade é) que todo o candidato que tomar um café no café nice ganha a eleição. É até engraçado porque o café nice fica na avenida mais movimentada do centro mais movimentado da cidade. E quando vai um candidato lá a cidade simplesmente para porque se um fusca quebrado atrapalha o transito imagina um presidenciável.

Acho estranha essa tradição porque se todos os candidatos vão é claro que dentre eles um será ganhador. #BH115Anos

Ps.: Eu nunca tomei um café lá...

sábado, 8 de dezembro de 2012

Nike: Encontre Sua Grandeza "Destino"


Faz tempo que a gente fala que Deus é brasileiro.
E que não é a gente que traça o nosso destino.
A real é que grandeza não é um presente que cai no colo.
Porque grandeza não vem de cima.
Vem do nosso esforço.
Do nosso suor.
E da nossa vontade de ir atrás dela.



Mto Bom!

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Mais rede social

Em uma conversa com uma pessoa no trabalho que tive que ir a mesa e o peguei no pulo acessando Facebook. Falei para quebrar o gelo.

- Cara, eu não gosto de Facebook prefiro blogger e twitter.

- Eu já gosto do Facebook prefiro ele que twitter.

Fiquei pensando e a conclusão feita em meio ao transito (Eu fico no ônibus filosofando): São as pessoas que deixam a rede social boa ou ruim. Se eu estou achando minha timeline do Facebook ruim, o Facebook é o que tem menos culpa. É obvio, mas eu não tinha visto...

.Sem mais.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Eu e os "objetivos" das minhas redes sociais


Objetivo no linkedin: Arrumar uma baita indicação para trabalhar sei lá aonde...

Objetivo no blogger: Ser criticado/elogiado/lido pelo LFV

Objetivo no Twitter: Ser seguido pelo Papa e durante a visita dele no Brasil receber uma DM, tipo: “E ai Cristiano vamos tomar uma? Não vale deixar para o santo!” #partiu

E no face? Tem como ter objetivo lá? Ah deixa para lá...

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Ganhei Mais Não Levei

Quando mais novo eu era fã do Sepultura, acho que lá em casa era eu e meus dois irmãos. Hoje que penso que minha mãe não gostava muito quando a gente coloca o micro system na maior altura tocando Blood Roots.

E no lançamento do CD Roots eles iam vir aqui para BH na Serraria Souza Pinto e só para variar eu não tinha dinheiro para ir. E era uma sábado a tarde e eu estava de bobeira escutando uma radio de BH e o cara vai fala:

- O primeiro que ligar ganha um ingresso.

Corri e liguei, toda vez que eu vejo o telefone do Big Fone do BBB lembro do desespero deu correndo, eu fui o primeiro!!! Eu ganhei!!!

Ai o cara vai e fala para mim:

- Me da o seu nome e seu RG e vai lá na loja no endereço tal. Você tem dois dias.

Eu fui todo feliz... e quando cheguei na loja.

- Oi, eu sou o Cristiano vim por causa do ingresso do Sepultura.

- Ingresso?

- É uai, eu liguei na radio e ganhei um ingresso.

- Puta que pariu! Eu falei para ele não sortear que a gente não tem ingresso!

- Como?

- A gente não tem ingresso e ele sorteou?

- Sim. E eu não vou ganhar ingresso?

- Me desculpa... Mas não.

Cheguei lá em casa com a cara tão triste... Que meus pais me deram.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Organização de uma Laje

Participei de poucas batidas de laje na minha vida, engraçado que hoje em dia eu acho que as pessoas alugam um caminhão betoneira que faz a maioria do serviço bruto. Mas quando meu pai era chamado para bater uma laje eu ia com ele e  quando criança enquanto os adultos batiam a tal laje eu ia brincar com as outras crianças, quando adulto eu participava.

O interessante que sempre reparei que existe um padrão de organização (ou seria tradição)? Que são três grupos de frente de trabalho: Os que viram, os que levam e os que alinham.

Os que viram: São os responsáveis por fazer e encher as latas para os que levam. (Já fui uma vez)

Os que levam: São os que sobem a escada com lata na cabeça, ou puxam a manilha com a lata. (Já fui uma vez)

Os que alinham: São os que depois de despejar eles vão e nivelam o concreto.

O pedreiro que em sua maioria é o líder do grupo, sempre fica no grupo que alinham e sempre dita o ritmo da galera.

E enquanto os homens ficam batendo laje as mulheres fazem o almoço, porque laje de noite eu nunca ouvi falar.

Como no final vai ter um monte de homem com fome de PEDREIRO sempre é rango tipo: Feijão Tropeiro, Vaca Atolada e afins...

E no final depois de ralar que nem um condenado e com o corpo dolorido, você bebe, bebe e bebe e come, come e come.

Ai você dorme... E quando acorda o corpo ta todo dolorido...

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

O andar do bêbado


Estou lendo esse livro, ele tenta falar de maneira simplificada como o aleatório interfere na nossa vida. Às vezes a explicação fica complexa, ainda mais quando cai para a matemática e você esta morrendo de sono. Ai você tem que voltar e conferir se você entendeu correto no dia seguinte.

Mas se você gosta de  matemática, lógica e afins vai ser uma boa.

Mais aqui!

sábado, 1 de dezembro de 2012

Don't Stop Me Now, by Team GB

- Ver a propaganda da lacta, deu vontade de escutar Queen.
- Deu vontande de comer chocolate isso sim.

Então vai a musica Don't Stop Me Now feita pelo time da Inglaterra:



Post meio restropectivo 2012...

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Coaching na hora H


Saiu na parte de comportamento do portal terra que tem agora o Treinador do Sexo, um profissional que vai ser o Coaching do casal durante o ato.

Funciona assim ele vai vê o casal e da uns toques (Sem trocadilhos). O pior é o preço disso que é R$ 480 por hora!

O que vai ter de cara juntando uns 10 reais para alguns minutinhos de orientação... Hahaha

Materia Aqui

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Falsificador de respostas


Na quinta serie eu tinha uma dificuldade imensa em inglês acho até que foi nessa matéria que eu perdi média pela primeira vez.  O desespero era tanto que eu fiz uma prova de múltipla escolha e eu lembro que marquei B na questão 8.

Ai quando recebo a correção vejo que ela estava errada e meu colega levou um certo marcando a C.

Passo a aula toda falsificando a resposta, eu arrumo borracha, apago daqui, marco de lá e coloco a resposta C que ia me salvar a média da prova e no final da aula eu chego para professora com a cara mais lavada do mundo:

- Professora, eu acho que a senhora corrigiu errado essa aqui.

- Vamos ver.

- Tá certo Cristiano, a resposta B que é a correta. Eu corrigi a C certa?

Ai ela vai e fala para turma.

- Gente! Gente! Deixa eu ver a resposta da questão 8 porque em algumas provas eu devo ter corrigido errado.

É fudeu!

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Cronicas de Belo Horizonte - Venda Nova FC


Como um atleticano em família de cruzeirense não fui muito ao estádio com meu pai, apesar da memória mais antiga que tenho é ele me levando para o Mineirão. Mas como nós gostávamos de ver futebol íamos a jogos aleatórios de futebol amador e do America-MG. Mas teve um jogo desses que nunca vou esquecer.

Pouca gente sabe, mas Belo Horizonte já teve quatro times profissionais que eram o Atlético-MG, Cruzeiro FC, America-MG e o Venda Nova FC. Este último era o primo pobre, nunca teve dinheiro para se igualar aos primos ricos e eu acho que nunca disputou a 1ª divisão do campeonato mineiro.

Mas teve uma temporada que ele quase conseguiu. O jornal de belo horizonte já anunciava a grande decisão. Quem ganhasse iria disputar a 1ª divisão do campeonato mineiro. Esquete do domingo de tarde era a grande decisão: Venda Nova FC x Tupi FC.

O estádio ficava no final de um morro e eu, meu pai e meus irmãos subimos conversando com um policial que iria fazer a segurança do lugar. O engraçado foi o juiz que ficava no topo mandando o policial se apressar porque ele tinha que começar logo o jogo.

Dentro do estádio tinha no máximo umas 150 pessoas que ficavam nas arquibancadas do lado do jogo, mas o mais curioso foi ver alguns meninos pendurados no muro. Quando vi pensei na hora, porque pagamos o ingresso? Já que tinha essa opção.

No primeiro chute a bola caiu na casa do vizinho e os meninos foram lá pegar a bola, vi que os meninos eram na verdade gandulas pendurados nos muro do estádio. (Ninguem nunca acreditou nisso Hehehe)

O jogo foi ruim, o time da casa estava tenso, tomou dois gols de bola parada iguaizinhos que a barreira abriu depois da batida. Uns colocaram a culpa no goleiro outros na barreira. Resultado final:

Venda Nova FC 0 x 2 Tupi FC

E o Tupi nunca mais caiu para a segunda divisão do campeonato mineiro. Já o Venda Nova FC desistiu de ter futebol profissional e hoje reza a lenda ele pertence ao Fred jogador do Fluminense para revelar jogador de base.

Engraçado como um jogo pode mudar uma história.

sábado, 17 de novembro de 2012

Leandro Nassif - Amor de Cemitério (Oficial)

"enquanto todo mundo chorava
eu observava um peito seu - o da direita"



Humor Negro? Sertanejo Gotico... uhahuauh

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Só porque eu sou preto...


Eu tinha uns 15 anos e adorava falar: Só porque eu sou preto.

Falava com todo mundo no final de uma reclamação.

“Pô o ônibus esta cheio... Só porque eu sou preto!”

“Pô a comida da cantina ta ruim... Só porque eu sou preto!”

E por ai vai.

Até que um dia falei para uma professora negra. Ai ela vai, chega para mim com olhos de raiva e fala para mim: Cristiano, você não pode brincar com algo tão serio.

Não lembro a ultima vez que falei essa frase... mas pensar...

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Tudo no Ônibus (3)


Quando eu namorava a Julia e viajava para Petrópolis de 15 em 15 dias, volta e meia aparecia um elemento estranho. Já viajei do lado de criança birrenta, de cachorro calado e de até um advogado. Digo isso porque aquele advogado era muito doido. Fazia questão de falar como ele era bom. Ele era criminalista e falava dos casos que ganhou que mais se orgulhava sempre com uma gama de detalhes que parecia que eu estava no Aqui a Agora. O nível das historias eram:

- Cara, você lembra o caso da pedra do barro preto lá na cidade de ribeirão das neves?

- Não.

- Como não, uma menina que foi estuprada e morta.

- Não.

- Mas enfim, eu consegui livrar um menino acusado...

E eu lá sem saber cortar esses assuntos de porta de cadeia.

.Medo.

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Tudo no Ônibus (2)


Estava sentado ao lado de uma menina falando ao celular:

- Oi, to chegando... Eu já to na avenida X.

Ai eu querendo ajudar “a perdida” falo delicadamente com ela mesmo com ela falando ao telefone.

- Moça, você esta enganada. A gente esta na avenida Y falta muito para chegar na avenida X.

Ela me olha com olhar tipo:

 PQP, seu retardo!!! Deixa eu falar minha pequena mentira do dia em paz!!!!

E a pessoa que estava falando com ela começa a gritar, falo isso porque antes eu não escutava ninguém falando com ela e depois que eu falei passei a escutar...

Ainda bem que meu ponto era o próximo. 

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Tudo no onibus


Moro longe do meu trabalho e para falar a verdade eu sempre morei longe dos meus colégios, era tão longe, tão longe que quando eu pegava especial o almoço ficava pronto às 10:50 e eu pegava especial umas 11:30 isso tudo para chegar na escola às 13:00.

Viagens longas pode ser um lugar para conhecer gente, meus pais se conheceram dentro de um ônibus indo para faculdade, por exemplo. Acho que foi minha mãe que viu meu pai em pé e ela perguntou se não podia levar as coisas dele. (Sem trocadilhos...)

O curioso que como os horários são sempre repetitivos a gente meio faz uma amizade com o povo do ônibus. Eu já vi gente até fazendo amigo oculto no ônibus... Sério!

Era um grupo de amigos que se conheceram no ônibus e só se viam durante a ida e volta do trabalho e pensaram nisso. Tinha até a tradicional apresentação. No meio do ônibus lotado a pessoa falava e as outras tentavam adivinhar.  Imagina a gritaria no balanço do ônibus. Acho que não tinha bebida porque o trocador daquele horário disse que não seria uma boa, pois isto era contra as normas da empresa.

Saudades do 1204 – Lagoinha Cidade Industrial.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Savage Chickens


Um colega meu de trabalho achou esta tirinha há algum tempo que nunca deixa de ser atual:
Retirada daqui

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Homens fazendo cirurgia plásticas


Hoje escutando a coluna da Monica Bergamo falando que 1/3 de todos as cirurgias plásticas são feitas por homem já.

Lembrei-me de uma coisa que não sei se já escrevi aqui, há alguns anos atrás um colega meu disse que o primo dele fez uma cirurgia para aumentar o bumbum.

E foi uma recuperação muito difícil, onde vários dias (cerca de 30 dias) ele ficou deitado de bruços... Doía de mais e questionado pela família porque ele fez essa cirurgia ele só falava uma coisa de bunda para cima:

- Queria encher a minha calça jeans.

E o pior foi no casamento desse colega que durante a festa vai e mostra falando:

- Aquele ali é meu primo, o do jeans...

uhauhahu

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Pareço legal mas...


O condomínio onde eu moro tem uma norma: Lixo na lixeira do condomínio: somente nas segundas, quartas e sextas. Isto foi estabelecido porque todo mundo colocava qualquer dia da semana e é claro estava trazendo bichos.

Ontem eu acordei meio grogue jurando que era quarta-feira, juntei os lixos do apartamento e quando sai vi as lixeiras trancadas, só ai que dei conta que era quinta-feira. Voltar com o lixo para o apartamento? Muito longe e eu estava já me atrasando...

Então lá vou eu com o lixo na mão pensando o que fazer com as sacolas. Passo na frente de uma caçamba e encostada nela estava uns caras me encarando tipo: “Cara, você não vai colocar o lixo aqui”

Continuo subindo a rua e vejo uma lixeira suspensa de uma casa, era o lugar perfeito. Era meio escondido e a rua estava vazia. Vou lá correndo e morrendo de medo de ser pego e quando coloco o lixo no vizinho o carro na garagem liga.

Saio todo sem graça do delito cometido tomando cuidado para o dono da casa não me ver.

Resumindo: Pareço um cara legal, mas já coloquei meu lixo na lixeira do vizinho.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Memórias de um estagiário (2)

Era a primeira vez que eu fazia um trabalho no estagio e mostraria este trabalho para os chefes, era um aplicativo para facilitar o desenho de linhas de estacionamentos para projetistas em uma plataforma CAD. Era uma coisa simples, o usuário iria informar se era estacionamento, 45º ou 90º e daria três cliques: Um falando a altura, o outro a base e o outro o tamanho do estacionamento.
Fiquei um tempo desenvolvendo. Até que eu chego para mostrar para o meu chefe todo orgulhoso e para minha surpresa estavam alguns projetistas na sala também querendo ver.
Ai eu todo orgulhoso mostro o aplicativo e fico feliz porque eles gostaram, mas um no final me fala:
- Muito bom! Mas aqui quando eu escolho 45º está invertido, vai fazer muito sucesso lá na não mão invertida da Inglaterra!

E não é que estava invertido, mesmo.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Memórias de um estagiário


Esta semana me chama no gtalk um colega de trabalho de alguns zilhões de anos atrás, ele era do tempo em que eu trabalhava em uma incubadora de software aqui de belo horizonte. Para quem nunca viu uma incubadora funciona basicamente assim: Um monte de empresa recém formadas, compartilhando internet, infra-estrutura e funcionários.

O problema que a empresa que me contratou como estagiário não era recém formada e o escritório ficava em outro ponto da cidade e na incubadora era somente eu estagiário e outro amigo que também era estagiário que trabalhava lá.

Como ficávamos sozinhos, sem nenhum chefe direto, a gente criava a nossa rotina/rituais. A mais clássica era em dias de workshop que era basicamente: roubar pão de queijo. Nossa sala, que na verdade era um biombo aonde as paredes falsas não chegavam até o teto, ficava de frente para cozinha. Ai um ficava encarregado de pegar o pão de queijo e entregar para o outro que ficava na sala.

O outro fato era quando dobrávamos para compensar alguma falta ou para tirar férias o meu colega pegava a hora de almoço para jogar online, na internet fenomenal do lugar. Jogava jogo de tiro em primeira pessoa. E eu aproveitava para tirar o atraso do sono juntava as cadeiras da nossa sala e por lá eu ficava.

Até que um dia perdemos a hora, eu dormindo e ele jogando. Para nosso azar o chefão veio entregar uns documentos e reunir com a diretora do lugar e passa na nossa sala para dar um alô. O problema que eram umas 15:00 ele abre a porta e me pega dormindo ou melhor/pior com o barulho eu assusto e quando eu vou levantar e caio no chão praticamente do aquela quicada porque eu cai-e-levantei igual gato pulando o do terceiro andar.

O chefe fica na porta toma um susto igual ao meu e pergunta do outro estagiário, ai eu vou e falo que ele ta vendo outra maquina no laboratório (não ia falar que ele tava jogando) ai ele formalmente fala que ia se reunir e depois ia conversar com a gente.

Depois disso a tarde não passava e no final ela foi e chega e fala somente uma frase:

- A partir de amanhã vocês irão descer.

E sem reclamar a gente foi...

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Darkly dreaming Dexter



Comecei a ler primeiro para ver se meu inglês melhora o vocabulário, leio na hora do almoço de bobeira sem compromisso. O difícil é parar de ler e voltar a trabalhar.

Para quem não conhece, este livro deu origem a série Dexter é massa ver que a serie da TV foi fiel a ele. 
Claro que alguns personagens possuem características diferentes da TV, acredito que para facilitar uma nova narrativa, mas o principal esta lá e é tão denso quanto a serie.

Ah... E o primeiro livro esta parecendo até agora ser a primeira temporada.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Morre Emannuelle

Para quem não conheceu aqui ou aqui.

Como homenagear alguém que já foi tantas vezes homenageada, como?

.Sem mais.

Embaixadas e Chutinhos


O Zé era um fumante em uma época que era legal fumar, mas o que chamava atenção não era o cigarro que ele fumava, mas o que ele fazia com o fósforo. Pegava ele e dava embaixadinha e sempre contava...

- 1, 2, 3...

Com o tempo o povo que fumava com ele já jogava o fósforo para ele...

- Domina ai o Zé...

E ele sempre dominava e dava os seus chutinhos. Com o tempo ele fazia os chutinhos não só com os fósforos, mas com outras coisas: Caneta, Bolinha de papel até um grampeador na mesa da secretaria.

Até que um dia teve o campeonato da firma e claro escalaram o Zé.

Que coitado foi o pior jogador em campo! Mas o difícil não foi perder o jogo foi ter que aguentar depois do jogo o pessoal tomando latinha de cerveja e jogando para ele dar embaixadinha.

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Musica Protesto


Era um ensaio de uma banda de hardcore para definir o repertório para um show em um festival vegan.
- Cara a gente tem que tirar Menina Veneno do repertório.
- Por quê?
- A gente não sabe como eles vão agir depois do:
“Um abajur cor de carne...”
- Nó é mesmo. Eles podem interpretar isso como um protesto, né?
Ai decidiram colocar uma outra musica no repertório. Kátia Cega foi a escolhida.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Cirurgia da minha mãe

Minha mãe esta passando por uma cirurgia no abdômen estética na verdade, mas como toda a cirurgia ela tem o seu risco. Sempre que ela é questionada sobre esse risco, ela vai e solta:

- Viver é um grande risco.

Acho que minha mãe esta lendo muito autoajuda (Augusto Cury?) ultimamente.


.Fim.

Updated: Minha mãe esta bem, não falei com ela ainda mas ela esta bem no quarto do hospital.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

15/10 - Dia do professor


- Pessoal, eu tenho sete laranjas em uma mão e oito laranjas na outra. O que eu tenho, então?

E o menino fala de bate pronto.

- Mão grande?

Com um casal qualquer


- Nossa você fez a cara que seu pai faz...
- Como assim?
- É você fez igualzinho ele, quando ele vai contar uma piada!
- Putz logo o meu pai?
- Não é sacanagem, mas agora você fez a cara do seu irmão.
- Meu irmão também?

E assim quebra o clima/tesão durante uma preliminar.

Inspirado em um conto do FLV que infelizmente não encontrei. hehehe

sábado, 13 de outubro de 2012

O cara pegador burro

O cara pegador

Conheço um rapaz de no máximo 23 anos que era trocador de ônibus e de tão “pegador” ficou/beijou/deu uns pegas com uma menina durante uma viagem no ônibus que estava trabalhando.

O cara pegador burro
 
Conheço um rapaz de no máximo 23 anos que era trocador de ônibus e de tão “pegador” ficou/beijou/deu uns pegas com uma menina durante uma viagem no ônibus que estava trabalhando. Mas tinha um fiscal no ônibus e ele foi mandado embora por justa causa. Eu escrevi POR JUSTA CAUSA!!!

.Fim.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Outra Mania


Não sei se já escrevi isso aqui, mas tenho uma mania de não andar com dinheiro na carteira, se ando é pouco e já dá para imaginar as consequências: Volta e meia fico sem dinheiro por ai e somado a minha outra mania de mexer nos óculos me torno um duro com dedo nos óculos.

A pior situação que já passei foi uma vez que fiquei sem dinheiro para voltar para casa na época da escola, estava no centro de Belo Horizonte sem dinheiro para voltar em uma época que não tinha cartão, conta em banco, nada.

Me vi sozinho no centro, sem dinheiro e ninguém para pedir ajuda. Fui para o ponto tentar ver se alguém do bairro estava lá e nada. Depois de passar vários ônibus e nenhum conhecido descer dele ou chegar ao ponto me vi na situação de pedir.

Parei na frente de um senhor e pedi dinheiro para ele e ele não me deixou terminar, negou. Pedi para uma mulher que também negou. Vários negaram... Era difícil pedir dinheiro para um estranho, não conseguia olhar nos olhos me sentia humilhado por ter que pedir e escutar a recusa.

Até que uma senhoria me chama no canto e fala:

- Menino vai pegar qual ônibus?

- 5501.

- Você perdeu o vale transporte?

- Perdi sim.

- Toma o dinheiro (era R$ 0,35) e vai com Deus.

Não sabia o que dizer para ela, só agradeci com um sorriso e falei:

- Obrigado! Deus lhe pague dona!

E sai correndo para pegar o ônibus que estava parado e já era tarde para eu voltar para casa.

Volta e meia me vejo dando dinheiro para alguém entrar no ônibus.

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Proctus

O medico o mandou ir ao proctologista e lá vai ele com a guia na mão e o fio-o-fó doendo.

Tudo isso começou ha uns dias atrás, onde, primeiro veio uma dor enquanto ele estava no troninho depois ele percebeu que sentar no ônibus era uma tarefa cada vez mais difícil e sem perceber ele já estava de ladinho.

No consultório ele percebe, que só tem homem e a secretaria. Ninguém se olhava na cara, a secretaria ficava mexendo no facebook e na TV passava Ana Maria Braga e o seu louro José.

Sem nada para fazer ele passou a reparar nos pacientes que saiam, sempre meio fugidos, com pressa, nem despedir da secretaria despediam.

Até que o seu nome é chamado e lá vai ele. Chegando lá estava o medico, um senhor de cabeça branca e percebendo o seu nervosismo manda ele sentar.

E ele senta de lado, mas senta.

O Doutor olha para ele e faz aquelas perguntas básicas:

- Nome?

- João

- Idade

- 26 anos

- O que você tem rapaz?

- Doutor, esta saindo sangue quando vou ao banheiro e esta doendo.

- Sangue?

- Sim.

- Vamos lá ver o que esta acontecendo...

E lá vai o João coitado acompanhando o doutor, nervoso sem saber o que fazer.

E o medico fala em tom solene.

- Faz o seguinte, abaixa a calça e a cueca.

E enquanto o coitado arriava a roupa o doutor começa...

- João você faz o que?

- Sou engenheiro

- Nó, essa profissão voltou a ficar na moda. (fala o doutor parecendo o Max Gueliger do Fantastico)

- Sobe na maca e coloca o joelho e os cotovelos na maca. (continua o doutor)

- Aonde você trabalha? (Misturando consulta com entrevista)

Antes de responder essa pergunta o João fica na posição que o doutor falou, mas o doutor conserta:

- João é o cotovelo e não a mão.

João pede desculpas porque nunca tinha ficado naquela posição até então.

- Mas então? Aonde você trabalha?

- Na empresa XYZ Engenharia...

Escuta um barulho de luva. Mas ele não quer virar para ver.

- Hum... Fala o medico.

João lá sem saber o que aquele “hum” tinha significado. Continua em silencio.

E o Doutro vai e solta.

- Mas aqui a onde fica essa empresa? Como é o nome, mesmo?

- XYZ Engenharia...

Mas quando o João ia falar o bairro da empresa, o medico começa a fazer o exame...

Ai o coitado vai e solta:

- Santo Antonioooooooo

O exame termina e ele escuta o medico jogando fora a luva:

- Bom lugar para trabalhar... Pode se vestir.

E escrevendo a receita de cabeça baixa o medico fala:

- Você tem hemorroida, passa essa pomada duas vezes por dia.

E sai o João de cabeça baixa, correndo e sem despedir da secretaria. 

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Minha maior mania


Tenho a mania de ajeitar os óculos no rosto, a todo o instante. Tanto é, que no exato momento que você estiver lendo este post terei dado uma ajeitadinha nele.

.Fim.

:-)

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Nome de Avenida x Presidentes

Uma vez estava em uma aula de historia do Brasil e a lição era sobre a república café com leite. Ai quando um colega que nunca mostrou interesse em historia, começou a encher o professor com perguntas como:

- E o Pres. Antonio Carlos?

- Ele foi da época tal até época tal...

- E o Pres. Afonso Pena?

- Ele foi da época tal até época tal...

- E o Pres. Cristiano Machado?

- Presidente? Esta dúvida é muito comum ele foi governador de minas.

Ai ele vai e se empolga ou as avenidas que ele conhecia acabam e ele solta a perola do ano:

- E o Pedro I?

Apelidado desde então Pedro I.

domingo, 7 de outubro de 2012

MC Douglas x MC Donald


Há alguns anos atrás na região que eu moro, o MC Donald abriu uma franquia. A perifa foi a loucura, todo mundo querendo ir no MC Donald mais perto para comer. Mas uma coisa que acontecia com frequência era a seguinte: o pai chegava lá depois de pegar 2 ônibus levava os meninos e na hora de pedir uma cerva a resposta era sempre. Não vendemos cerveja, senhor!

Mas no bairro tinha um empreendedor que viu isso uma oportunidade e abriu o MC Douglas, que ficava na frente do MC Donald lá não tinha o Big Mac ou o Cheedar, mas o bom e velho Macarrão na chapa / Hamburguer com cerveja.

Conclusão: MC Donald fechou.

sábado, 6 de outubro de 2012

Interurbano

O telefone toca e vejo que era meu irmão de Brasília:

- Oi, tudo bem?
- Opa to sim e por ai?
- Cara ta sim, mas aqui to ligando para saber se ai ta sem luz.
- Tá não, porque ai tá?
- Tá sim e me falaram que era no Brasil todo.
- Aqui está iluminado.
- Falou então.
- Falou!

Os interurbanos já foram usados com mais sabedoria.  

Hehehe

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Caramuru - A Invenção do Brasil


- Porque você não vende Pau Brasil?
- Porque eu venderia?
- Para você ficar rico?
- Porque eu devo ficar rico?
- Para poder não fazer nada o dia inteiro!
- Mas isso eu já faço sem esse trabalho todo!

Passagem de um filme/série nacional muito bom!

Poderiam repetir Caramuru!

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Essa é minha!


Chego do almoço e quero jogar um papel fora, não vejo a lixeira que costumo colocar lixo entre eu e meu “colega de mesa”. Vi perto do meu “colega de mesa” uma lixeira e pergunto para ele:

- “Colega de mesa” você pode colocar a lixeira aqui entre a gente?

- Essa é minha lixeira (levanta mostrando o nome dele) a sua esta ali! (Apontando para uma lixeira lá no canto da sala)

Vejo a lixeira boto entre nós e fico pensando, já tive muita coisa negada na minha vida. Lixeira para colocar papel foi à primeira vez!

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Eu Voto, Tu Votas


Nunca fui um grande militante, mas nunca vi o voto como uma obrigação sempre um direito meu para decidir o que, quem e como vão governar minha cidade, estado e país.

Mas esse ano as eleições em minha cidade me decepcionaram, partidos que historicamente sempre foram oposição um do outro se uniram na eleição passada e nessa eleição eles se separaram novamente. Por divergências políticas? Não!

Foi porque o numero de vereadores disponibilizado para o partido que saiu não foi aceito, do mesmo jeito o numero de gabinetes da prefeitura.

Ai todo o cenário político se redesenhou, quem era oposição do prefeito vira vice e quem era vice do prefeito vira oposição.

Com isso veio minha preguiça, gente falando mal de um governo municipal que participou. Gente elogiando um governo municipal que criticou.

Resultado: Domingo é dia de eleição e eu ainda não decidi meu voto e para falar a verdade votar nunca foi tão obrigatório.

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Cronicas de Belo Horizonte


Durante as minhas férias eu e a Julia fizemos um passeio despretensioso e que é muito bom no Espaço Tim.

A gente esperando o observatório abrir e sem saber aonde sentar a gente vê umas cadeiras estranhas e quando eu quase sento a Julia diz:

- Não pode sentar ai! São peças para exposição!

Tenho que ir mais para museus...

:)

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Pequenas Coisas

Vi no blog do Pablo Villaça este vídeo que me fez relembrar um velho pensamento.



As vezes a gente espera que algo de grande aconteça na vida da gente para sermos felizes, mas a felicidade também pode ser encontrada em pequenas coisas do cotidiano.

Tomar banho refrescante;
Escutar musica
Comer
Dormir
Correr, andar...
Ler
Ver aquele filmezinho besta
Tomar aquele café gostoso
...

Pena que na maioria das vezes a gente não valoriza as pequenas coisas.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Do que vale...

Do que vale um livro se ninguém leu?
De um poema se ninguém se emocionou?
De uma musica se ninguém escutou?
De um carro se ninguém dirigiu?
De um churrasco se ninguém quer comer?
De uma roupa se ninguém vestiu?
Se as coisas tem um pq... pq disto aqui?


Originalmente escrito aqui

terça-feira, 18 de setembro de 2012

A Menina do Vale

Em momento de pindaíba e doido para um dinheiro a mais cair na conta comecei a ler o livro A menina do Vale.

Quem esta igual a mim pode ler daqui.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Complexo este Simples


Eu sempre tendo ao simples, quanto mais simples melhor. O simples normalmente é a solução mais performática, o simples é mais fácil de ser entendido. Se o simples é tão bom? Porque a gente volta e meia complica as coisas?

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Tege preso

Meu irmão tem um amigo, o bob, que passou em concurso publico e a primeira coisa que teve que fazer foi fazer atendimento ao publico em um órgão do governo.

No começo do trabalho aparece um baixinho, magrelinho de 1 metro e meio e 40 kg no máximo, entrega para ele o RG/CPF, senta em frente e fica esperando ele ser atendido.

Quando o Bob lança no sistema os dados aparece uma tela falando que aquele RG/CPF estava sendo procurado por varias paginas seguidas. Tinha de tudo, lá...

O bob fica doido, começa a suar frio e fala para o baixinho perigoso tentando demonstrar normalidade:

- Um instante senhor, eu tenho que pegar o papel na impressora.

Ele avisa os policiais que fazem a prisão na hora de um grande bandido da região.

O cara virou referencia no departamento, teve uma palestra para mostrar como se deve fazer e tudo mais.

O problema foi o apelido que ficou depois: Tege Preso.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Amém Vó descanse em paz.

Ontem foi o enterro da dona Izá o sentimento é estranho um misto de dor, alivio e culpa por sentir esse alivio. Ela estava sentindo muita dor, literalmente descansou. Dela guardarei coisas/pensamentos/gestos/ensinamentos preciosos, segue alguns:


- Meu filho, nunca dê o seu direito para os outros. (Eu tinha 8 anos e estava reclamando de uma vizinha dela que estava reclamando que a gente tava jogando bola e fazendo barulho)

- Torcer o pano de chão é de fora para dentro e não de dentro para fora. (Ainda faço errado vó :-/)

- Cerveja preta criança pode beber. (Uns dos primeiros goles de cerveja que tomei foi do copo dela huhauha)

- Adoçar a boca de meus filhos e passar mel na minha. (Ainda não tenho filhos, mas só pelos meus afilhados eu consigo entender).

E a coisa mais preciosa de todas, há alguns dias no meio da dor e da falta de ar, mas ainda consciente ela vai e chega para mim e para minha esposa e fala com muita dificuldade. A gente teve que colocar o ouvido bem pertinho da boca dela para escutar:

- Deus abençoe vocês e a sua família.

Ficará a imagem da gente criança indo embora do almoço de domingo e ela do alto do morro dando tchau para a gente e eu e meus irmãos disputando quem dava tchau mais alto para escutar.

Amém Vó descanse em paz.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Morenas


A Xuxa recebeu uma proposta de 2 milhões para mudar a cor do cabelo dela e aceitou. Eu até gostei, mas eu sou suspeito porque prefiro mulheres de cabelo preto.

Uma vez minha esposa fez luzes no cabelo e foi me perguntar:

- Tá bonito?

- Tá bonito, mas eu prefiro morena.

Ela fica meio assim... E minha afilhada emenda, no auge da inocência dos seus quatro anos, depois de um tempo:

- Dinda? Quando seu cabelo vai ficar bonito de novo?

Ainda bem que a Julia tinha gostado do resultado final... e não deixou se abalar...

Mas o pior foi com meu irmão:

- Cara você percebeu que toda periguete ta com cabelo preto ultimamente?

- Tá?

- É. Acho que deve ser por causa das mulheres frutas. Já reparou que a maioria tem cabelo preto?

Falo eu teorizando me sentindo o cara das analises sócio-capilares.

Ai vai e desce a esposa dele com o cabelo pretinho... pretinho.

E a Julia olha para mim com cara de FICA CALADO CRISTIANO.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Eu também vou homenagear: Canceriano sem lar - Raul seixas

Aqui em BH tinha um Bar que ficava na estação de trem, onde é a estação central do metrô. Fui uma vez lá tomar uma e escutar blues. Era no minimo interessante você tomar uma, vendo os trenzinhos passando na linha e a poeira subindo hehehe... Mas foi lá que conheci essa musica:

Sonhar não custa nada

Eu tinha uma dificilmente para sonhar, eu sempre brincava falando que sou daqueles que sonha mais acordado do que dormindo, mas de um tempo para cá eu passei a sonhar muito dormindo.


E alem disto, eu acho que estou ficando bom nesse “trem” de sonhar, o sinal disso é que meus sonhos estão tendo até continuações. Há algum tempo atrás eu sonhei que eu tava recebendo uma propina do José Dirceu (ele e seu sotaque) depois de um avião que eu e a Julia estávamos cair em uma mata na beira da estrada.

Ele apareceu e me falou com aquele sotaque do interior de SP para eu pegar o dinheiro, um carro com ele e continuar a viagem. Esse sonho aconteceu antes do meu casamento.

Passou um ano e pouco... E sonho com a continuação deste sonho.

Voltando ao lugar de carro, paro no lugar onde a gente tinha encontrado ele e sou preso pela PF! Eu lá sentindo vergonha de ter de contar para meus pais que eu fui preso. E a Julia falando: - E agora? E agora? E agora?

***O despertador toca***

Tu bi continuéde! (Se eu voltar a sonhar...)

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Hermanoteu encontra Isaac no Egito (Alta Qualidade)

Vi esse DVD dos Os Melhores do Mundo este findi e ri bastante... e uma das melhores partes foi essa:



Correeeeeeeeeeeeeeeeeeee Neeeeeeeeegaaaaaaaaadaaaaaaaaaa!

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Mémorias de uma Gueixa

Despois de terminar o Espetáculo Mais Triste da Terra que é triste, mas muito triste mesmo. Do tipo pai que volta para socorrer o filho e não volta...

Comecei esse aqui: Memórias de uma Gueixa.

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Preso no elevador

Há algumas semanas eu e a Julia voltando da casa de minha vó Iza, passamos no supermercado compramos um sorvete e fomos para casa, saímos meio correndo porque estava muito quente chegamos ao prédio pegamos o elevador. E...

Ele estragou.

Ficamos presos no elevador em pleno domingo de tarde!

Eu estava calmo, pensava comigo "Para que serve o botão de emergência? Aperto e tudo vai ficar bem". Apertamos o botão com o telefone e ele não funcionava, apertamos o alarme e ele meramente ilustrativo. Ai eu comecei a preocupar.

A Julia solta um grito:

- Estamos presos no elevador!!!

***cric***cric***cric***

Eu já estava lembrando o filme que vi 127 horas e falei tenso:

- Ninguém sabe que a gente tá aqui...

Nessa altura a Julia já ria sentada no chão... E já falava:

- Vamos abrir o sorvete?

- Não, vamos fazer igual ao filme o Naufrago este sorvete que manterá nossa consciência/dignidade/civilidade...

Na verdade eu pensava que quando abrirem elevador eu queria manter um mínimo de decência e não sair todo sujo de sorvete. Voltei para o problema e pensei que eu poderia ter o sindico no cel. Fui procurar e...

***Eu não tinha o sindico, além disto, o celular estava sem sinal***

Nisso eu e a Julia voltamos a gritar:

- Estamos presos no elevador!!!

***cric***cric***cric***

E a Julia vai e fala:

- Essa frase é muito grande, mas gritar socorro é muito dramático.

Penso comigo, lá pras 4 horas presos no elevador a gente grita socorro, não vamos gastar o socorro com "bobeira".

Lembrei que eu tinha um amigo vizinho no condomínio... Vi que se eu levantasse o celular na direção do teto ele teria sinal...Tento ligar e escuto a mensagem da operadora:

***Seu saldo é insuficiente para efetivar chamadas, por favor, recarregue seu celular***

Tinha esquecido de recarregar celular...

Coloco o bom e velho 9090 na frente do numero e ligo para ele:

- Oi Bruno, tudo bem? To te ligando para falar que eu to preso no elevador tem como vc ligar para a portaria?

- Opa, cara eu não tô no condomínio não, mas pode deixar que vou tentar falar com o sindico.

Me acalmo, sento e a Julia sugere fazer o que qualquer casal preso no elevador fazeria:

- Vamos jogar adedãnha?

Durante o jogo de adedãnha escutamos um barulho mais próximo, gritamos o já clássico:

- Estamos presos no elevador!!! (como disse ainda era cedo para gritar: Socorro!!!)

Ai uma pessoa escuta do outro lado e solta um grito.

- Mô, tem gente presa no elevador.

O engraçado que não aconteceu mais nada, a pessoa não aparece, não da noticias...

Acho que ela foi postar no face, twittar... Fazer qualquer coisa menos avisar o sindico.

O casal amigo que nós ligamos chega falando que ligaram para a assistência, mas ia demorar...

E a julia:

- Ai meu Deus, porque eu não fiz faxina...

- Uai, porque isso?

- E se eles quiserem entrar em casa?

Passou um tempo, o subsíndico chega e faz uma pergunta que na cabeça dele deveria ser básica:

- Quem tá ai?

Respondo, mas penso comigo. Uai isso faz diferença? Ele vai ver se eu estou em dia com o condomínio? Só assim ele vai tirar a gente daqui?

Depois que cansamos de jogar adedãnha e constatar que estamos totalmente desatualizados com os carros...

***Exemplo***

Carro com L

- Logus!

- Esse carro tem uns 20 anos!

- Ainda vale...

Fomos para o jogo do elogio, onde cada hora um fala um elogio diferente com uma letra do alfabeto e quando estávamos na letra H e a Julia quase falando que eu não sabia elogiar... Escutamos um grito:

- Vo abrir!

Era o técnico que abriu o elevador. Saímos de lá agradeci a esposa de meu vizinho que ficou com a gente todo o tempo, contei o caso para o subsíndico que disse que ia ver com o sindico.

Ofereci o sorvete e que eles entrassem para a gente conversar melhor, o que foi rejeitado por todos.

Cheguei ao AP coloquei o sorvete no freezer e a vida seguiu.

Saldo final: Quase 2 horas preso no elevador.

:)