sexta-feira, 26 de abril de 2013

Não: Palavra difícil


Minha esposa tem um defeito, não sabe falar não. Ela fica sem graça e não fala essa monossilábica palavra negativa. Confesso que eu sofro do mesmo mal, outro dia meu pai me ligou:

- Cristiano, vamos para capim branco? (Cidade que minha família tem um sitio)

- Uai, pai o carro de mãe ta em BH?  (Esperando a negativa para eu falar que pena)

- Não, ta não. A gente vai de camionete a Julia vai dirigindo e você na frente e eu na parte de traz.

- Pai eu acho que não vai rolar, a Julia bebeu vinho.

- Uai, então eu vou dirigindo e você vai atrás.

Conclusão: Fomos para capim branco.

A Julia outro dia foi abordada por uma vendedora de cartão da Renner:

- Moça, vamos fazer um cartão da Renner?

- Eu não sou daqui. Eu sou do rio. (caprichando no resto do sotaque que ainda tem)

- Então moça, lá você pode usar o cartão também, você pode usar no Brasil todo.

- Mas minha cidade não tem.

- Mas você nunca vai no rio?

Já imaginando minha esposa fazendo um cartão entro na conversa falando:

- Moça, obrigado se a gente comprar algo, a gente faz.

Pior que compramos algo e procuramos ela para fazer o tal cartão (palavra é divida), mas não encontramos a menina.

Mas a clássica é uma vez que a Julia se tornou revendedora do Avon por 1 semana. Aconteceu quando ela foi abordada por uma coordenadora de vendas da região que a gente mora.

- Você quer vender Avon?

- É que minha mãe já é...

- Ela é de qual região? Desta região?

- Não.

- Então não tem problema, funciona assim...

Cheguei em casa e quando ela me contou pergunto:

- E você quer ser revendedora Avon?

- Não.

- Então porque você não falou isso de cara!

8 comentários:

Valquíria Paula disse...

É um problema sério mesmo, seicomé... sofro com isso direto porque eu até sei falar não, mas só com ignorância. E como não gosto de ser ignorante...

Natália T. disse...

Huahuiae

Entao qro pedir um favor a vc: joga uma bomba na casa do senhor meu padrinho? (Nao vale dizer "nao", se nao vou achar q eh pessoal, afinal, vcs nunca falam nao.. hunfs) kkkkk

Ju disse...

hahaha Naty colocou nosso "defeito" à prova! hahaha

Mas você esqueceu de contar que no cartão da Riachuelo, eu falei um não bem educadinho e fiquei orgulhosa de mim mesma! ;)

Fulana disse...

kkkkkkk partilhamos o mesmo defeito, não fui eu outro dia caminhar com um velhinho da repartição por não saber o que dizer?

Dama de Cinzas disse...

Eu já fui muito boba nessa vida, mas hoje em dia sou conhecida por todos como exemplo de quem sabe falar "não". Digo um não tão redondo com tanta sinceridade e olhando dentro dos olhos da pessoa, que ela fica até sem argumento. Hoje em dia é quase que um talendo... rs.

Beijocas

Turismóloga disse...

kkkkkk...

Olha, já pastei tanto por não saber dizer a palavra não.

Hoje eu sou conhecida por ser ruim...

E não estou nem aí!!!

Beijos

Janice Adja disse...

Não é a palavra que não sai raramente.
Beijos!

Bah disse...

auhauahaua eu era muito assim, mas aprendi com o tempo e a duras penas que se não começasse a falar não, eu traria pra casa problemas uahauahua

Kisu!