sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Viagem para a ilha da magia


Era meados dos anos 2006 tinha trabalhado que nem um condenado no ano anterior da empresa que eu trabalho projeto grande que tinha que ser entregue sem atraso – apesar de ter sido entregue com atraso. Sabe quando você trabalha tanto, mas tanto que nem tem tempo para gastar o dinheiro? Foi esse o ano de 2005.

Mas como disse era já 2006 e eu tinha que tirar férias em fevereiro daquele ano, já tinha um tempinho de namoro com minha esposa e minha cunhada morava na época em Florianópolis – SC. Combinamos um mês lá na ilha da magia na casa da minha cunhada. Por mais que eu tinha trabalhado e tinha juntado dinheiro não rolava ir de avião então vamos de ônibus mesmo!

Foi a mais longa viagem que já fiz de ônibus na minha vida foram 23 horas interruptas sentado no estofado do ônibus! Da rodoviária do Novo Rio para Florianópolis. O que achei mais legal na rodoviária foi ônibus do lado que ia para Recife a festa geral do pessoal do lado. Se a minha viagem era de 23 horas a viagem deles eram de quantas? 60 horas? Quanta animação!

Durante a viagem como toda a viagem longa aconteceu muita coisa, ele quebrou, o cartão do pedágio falhou e o motorista pediu para os passageiros fazer uma “vaquinha”, tivemos que passar na oficina da empresa e por ai vai. Hauhua

Viagens longas por mais que você se prepara você nunca está preparado, o pé fica inchado, lá pela 12ª hora. Você vai ficando sem posição lá pela 8ª hora. A sua musica acaba lá pela 10ª hora e você já reza para chegar logo lá pela 15ª hora. O livro que você levou fica chato lá pela 6ª hora. Sem contar o frio, não existe lugar mais frio que uma BR de madrugada...

E toda viagem que se preze tem as “figuras” por exemplo quando a gente chegou ao estado do Paraná uma passageira vai e fala:

- Estamos no Paraná! Olha a vegetação! (Logo depois de ver uma placa)

Ou então um homem que pede para colocar uma musica que ele disse: “todo mundo vai gostar” e era um brega que a galera realmente não gostou e pediu para tirar.

O bom desta looonga viagem foi chegar e ver minha cunhada nos esperando com um sorriso no rosto e claro foi ter sido a primeira que fiz ao lado de minha namorada e futura esposa. Hehehe

Mas que o pé pareceu uma batata no final ele pareceu... hehehe

6 comentários:

Luana disse...

Credoooooooooooo!

Golpe essa do motorista dizer que não passou o treco do pedágio... risos.. Ja ouvi varias outras historias assim...

A viagem mais longa de busao q eu fiz foi do norte da Suécia - Umea - para a Capital... NO INVERNO!

Se você acha as BR frias, imagina as SEs? haha

Serio... 12 horas naquele ônibus e eu queria chorar...

Fulana disse...

floripa é minha casa :)
minha Ilha!

Ju disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Inaie disse...

sera que deu pau mesmo, ou o motorista tava dando o golpe?

kkk

Jussara disse...

Não tinha como não sorrir ao vê-los. A visita de vocês foi um presente para mim.

Saudade de vocês, dos nossos passeios, conversas e de passearmos juntos por Floripa. Saibam que mesmo estando longe de Floripa, sempre serão bem vindos na minha casa.

Bjão da cunhada e madrinha...

Silvinha disse...

Gente, vocês precisam fazer a Cruzada Brasília/Teresina num, como eu vou dizer... ônibus (serve!) da empresa Transpiauí. Isso sim é aventura. Teve um blogueiro (Mr.Mason) que até escreveu um livro sobre a saga kkkkkk Serve partindo de BH tbem, a emoção deve ser até maior. kkkkk
Enfim, longas viagens de ônibus são ótimas para a memória.