quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Um dia de corredor

Dia de São Sebastião tinha uma tradição na igreja do meu bairro, uma corrida. O percurso eram mais ou menos 6 km que tinha de tudo, reta, descida, subida leve, subida longa e por ai vai. A chegada é planejada para o fim da missa de São de São Sebastião. Com palco, musica da vitoria do Airton Senna, discurso do vencedor na entrega de premio, chuva de papel picado e tudo que um fim de competição tem direito.


E eu estava em casa de bobeira e escutei o carro de som anunciando (sempre um carro de som) a tal corrida, pensei comigo: vou me inscrever, tô fazendo nada mesmo. Cheguei lá me inscrevi, peguei a minha camisa, contei para todo mundo da minha família e aguardei o dia da prova.

No dia da prova acordei cedo, coloquei a camisa e fui para a tal prova. Estranhei que ao invés da galera somente se alongar tinham varias pessoas com camisa de equipe de corrida já dando uns trotinhos para aquecer – Estavam levando a serio de mais. O que eu conhecia de corrida era no quarteirão do colégio que estudei. Me alonguei, meio que imitando as pessoas e fui para o final da fila dos competidores e pronto.

O padre deu a largada e lá foi todo mundo correndo igual desesperado e eu para não me deixar muito para trás fui lá acompanhando.

O começo do percurso era uma reta, subida leve e uma grande descida. Só que antes da grande descida eu já tinha cansado e pensei comigo: Fudeu! Quando cheguei na grande descida relaxei o meu corpo e pensei: “mexe ai dando”. Cada vez que a prova andava eu ia ficando para trás porque eu ia cansando cada vez mais... quando passei no primeiro posto de água já não tinha mais água...

O que ia repetindo nos postos seguintes, era engraçado ver a cara dos fiscais da prova tipo:

“Cara, acabou! Mas daqui a pouco vai passar um carro que vai levar a gente, senta ai e espera...”

E o pior era ver o publico que via a prova, estranho como tem gente que não motiva ou melhor desmotiva. Ao longo do percurso tinha umas pessoas que ficava assim:

- Ih esse ai não termina não. Olha lá a cara dele!

Minha tia Lurdes, falou isso e quando reparou que era eu disse:

-Nossa é você?

Do meio adiante da competição nem eu passei a acreditar que eu iria terminar o percurso, mas vi a ultima reta e falei comigo... ta quase terminando..

O problema que o ganhador, já tinha ganhado o premio e ido embora, minha avó com seus 80 anos na época estava quase desistindo de me esperar depois da missa e tava querendo ir embora. Mas eu apareço na reta final...

E o padre que estava fazendo um discurso no microfone vai e fala todo empolgado:

- Olha lá gente!!! Olha lá!!!

E todo mundo olha na minha direção.

Continua o padre
- Esse que tem que ser o espírito do atleta, não desistir nunca...

E começa a bater palmas e junto dele todo mundo do bairro batendo palma junto...

E eu sem entender nada, até me empolgo, mais para terminar aquele sofrimento do que outra coisa.

Chego exausto a menina estica a corda e eu cruzo. Peço para ela uma medalha e ela disse:

-Acabou.

E eu

- Tem água?

Ela sem graça:

-Acabou.

Pensei comigo: Que novidade!

E minha avó fala com uma voz mansa...

- Parabém Cristiano... Agora eu tenho que ir para casa fazer o almoço...

O vencedor da prova fez o percurso em 19 minutos sem pingar um gota de suor segundo meu tio e no ano seguinte ele ganhou uma corrida de São Silvestre em SP e eu fiz a prova em 1h:10min.

E eu fui o antepenúltimo dos que não desistiram a competição. Colocação: 113º!

10 comentários:

Luana disse...

hahahahahaha
eu ja nem tento, pra nao passar vergonha. Nao sei correr...

Fulana disse...

hahahahahahahahahahahahaha
esse bairro é puro lazer!

Jussara disse...

É isso aí! Nem pensar desistir. O que interessa se para os outros você foi o antepenúltimo ? Para você foi um desafio vencido ter terminado a prova e ainda... sem água... hehehe fez melhor que os outros... heheheh

Larissa disse...

kkkkkkkkkkkkkkk eu nem me atrevo a me inscrever nessas corridas. Sou bem sedentária :(

Neanderthal disse...

6Km é um percurso muito curto. Dá para completar tranquilamente em menos de uma hora se estiver em boa forma.
O bom do dia de São Sebastião é que é feriado aquino Rj. Não sou devota nem nada, então só descanso. =)
Sobre seu comentário no meu blog, não entendi direito. O que vc chama de bem sucedida? Eu não estava me referindo exclusivamente ás mulheres independentes, mas a um novo perfil de casamentos e a uma nova mentalidade das pessoas. Não há generalizações.

Ju disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dama de Cinzas disse...

Olha esse foi um mico! Melhor dar uma treinada antes... rsrs

Beijocas

Inaie disse...

Ah Cristiano, nao era pra rir, mas nao aguentei!
tadinha da avo, doida pra ir embora e teve que ficar la esperando vc chegar.

:-)

Respondendo a sua pergunta: o meu saci tem 13 anos. E ta se comportando como uma princesa, de perna engessada, com dor e sem dar um pio de reclamacao. Deve ter sido adotada.

Lara Mello disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAAHAHHAHAHAAHA Desculpa ri assim, achei legal seu esforço e mostra que tu es determinado, mas o cara terminou com 19 minutos, ganho corrida de Sp, muito louco isso =**

Kinha disse...

Melhor que ter desistido, né?