terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

O que te motiva?


Semana passada meu chefe dentre de varias coisas disse:

- Você está sempre motivado para fazer o seu trabalho.

E em seguida um outro chefe da empresa me disse:

- Estou fazendo uma apresentação (leia-se palestra motivacional) para a minha equipe.

A primeira reação foi dizer que não acredito em discursos motivacionais e é verdade não acredito mais em discursos motivacionais.

Já fui adepto dessa narrativa com algumas equipes que eu geri e já fui ouvinte também, mas com o tempo vi que eles são como aquele lanche rápido da praça de alimentação de um shopping. Você esta com fome vai lá come rapidinho e a fome passa ai da um tempinho você esta com fome de novo.

Acredito que um campeão não se torna campeão somente por causa dos discursos que ele escutou durante a carreira e dá mesma forma que um profissional que se motiva somente por discurso não é um bom profissional.

Eu penso que a motivação tem que ser de dentro para fora porque somente eu sei o que realmente me motiva acordar 06h:20min, tomar café, pegar um metrô lotado e depois um ônibus igualmente lotado para chegar no serviço às 08h:20min da manhã e sair 18h:30min da noite todos os dias úteis. Hoje (eu disso hoje) é pagar minhas contas!

Como Gestão não é uma ciência exata. Claro que existem situações onde uma palestra motivacional é importante e funciona mais como um ritual de passagem para iniciar uma maior concentração de uma tarefa de tempo limitado onde todas as partes já estão motivadas cada um com seu motivo para executar o trabalho e sabendo muito bem o que tem que fazer. Mas essa ferramenta não pode ser usada indiscriminadamente pelos gestores, fazendo com que perca o impacto necessário. Resumindo na maioria das vezes em uma palestra insossa em uma sala escura. Exemplo: Serve para um projeto curto e não uma operação de anos no cliente ou uma dieta para perder 3 quilos que vai durar dias e não uma dieta para perder 30 quilos que vai durar meses.

Os gestos do gestor, o filmezinho depois de transparências no Power Point, a voz sempre imponente e a plateia lá esperando para se sentir importante, mas na verdade curiosa mesmo para saber se vai ter lanche no final. Porque como diria o meu pai tudo não passa de um processo de engorda.

Já tive chefes que ao invés de discursos para uma grande plateia preferia uma conversa individual e lembro uma que foi muito importante para a minha vida profissional foi em uma lanchonete tomando uma coca light em frente à empresa enquanto a gente via uns lances do Barcelona na copa dos campeões - Ronaldinho Gaúcho vazia até chover naquela época.

- Cristiano, fiquei sabendo que você quer sair da minha equipe, por quê?

- Quero aprender a tecnologia X e também eu não estou me sentindo valorizado. (Era um menino recém-formado e cheio de coragem! KKKKKK)

- Puta Que Pariu você quer é isso? E você acha que em outra equipe você vai ser valorizado? Até você aprender essa tecnologia vai demorar o que? Mais um ano? E tem mais, lá você vai ser só mais um. Fica aqui e você vai ver... Não posso te garantir muita coisa só que você vai aprender muito mais do que a tecnologia X.

Fiquei na equipe dele e não me arrependo e a partir daquela conversa direcionada ele teve um funcionário motivado.

Mas conversar com o funcionário é muito mais complexo e difícil do que fazer o discurso ensaiado em uma apresentação (teatro corporativo), mas se vier seguido de um lanche (o processo de engorda) é melhor ainda.

5 comentários:

Dama de Cinzas disse...

O que me motiva é salário. E chegar no final do mês, pagar minhas contas e sobrar algum para os sonhos. Essa é a minha maior motivação, sem dúvida... rsrs

Beijocas

Luana disse...

Eu nao sei como motivar quem parecer ter nascido desmotivado... To passando por isso por aqui.. Tenho uma estagiaria que parece que esta sendo torturada... E eu nao sei como fazê-la gostar do que faz.. rola uma culpa terrivel!

Bah disse...

Tô começando a achar que o que me motiva é o dinheiro. Passou aquela fase de encantamento pelo aprendizado auhauahuuaha se tiver os dois, melhor ainda.

Kisu!

Neanderthal disse...

Uma vez fui a um evento que tinha um cara participando e a apresentação dele parecia terapia em grupo, cheia de frases de efeito. Sério mesmo, eu odeio isso! Achei um desperdício do meu tempo e não falei na cara dele porque o cara era muito simpático comigo e pediu uma cópia do meu trabalho.
o que motiva um bom funcionário? Já foi dito aqui, um salário digno. Ambiente de trabalho saudável, com boas relações, respeito pelo outro e um chefe que saiba gerir tudo isso faz toda a diferença.
Uma vez trabalhei em um lugar onde recebia bem, em dia e o dono do escritório tratava todo mundo com muito respeito. Nunca o vi destratar funcionário ou alterar o tom de voz. Assim que entrei, ele perguntou tudo o que preciso para trabalhar bem e no dia seguinte estava lá uma estante minha com tudo que pedi, até os meus caprichos que não eram tão necessários assim. Nunca fui tão produtiva e motivada na vida!!! Até hoje falo bem dele e de lá pra todo mundo!

Silvinha disse...

Em pensar que a máxima do serviço público são os discursos motivacionais. Meu "chefe" adora. Mim detesta! India saber que esse nhenhenhem não dá em nada. Mim gostar de salário não de conversa. hehehe
(me identifiquei com seus textos, voltarei mais vezes, só não gosto desse negocio de digitar a palavra, geralmente as letras estão tão emboladas que nem sei direito o que é pra escrever, mas enfim, concordo com políticas de segurança, ja tive alguns problemas com isso)