domingo, 5 de maio de 2013

Oscar Niemeyer


Já tem alguns meses que o Niemeyer morreu e este post esta um pouco atrasado, mas vamos nós.

Não sou arquiteto e nunca troquei ideia/dividi mesa de bar/joguei bola/etc com algum. Mas moro em uma cidade que teve o Niemeyer como a grande referencia do passado com os prédios redondinhos dele em vários pontos da cidade e agora com a cidade administrativa.

Se eu tivesse que falar as obras dele que mais gosto são às 3 obras que quando eu conheci ao vivo me deixou surpreso e com aquela cara de “Nóóóóóó´”:

1º) A bunda da praça da apoteose não é 3D, apesar do take de cima fazer você jurar que é!

2º) As "bacias" da camara dos deputados não estão do lado, estão na frente...

E a mais louca de todas:

3º) No complexo da Pampulha tem um salão em um clube que se chama espelho d'água, era um casamento todo pomposo com direito a escola de samba, cachaça e open bar. Era lua cheia e a noite estava clara, não sei se foi a bebida, mas no meio da cerimônia eu sento no fundo do salão e olho para o teto.
E ali vi o real significado do nome salão, a água da Pampulha refletida toda no teto, por causa da lua cheia. Lá chapando mais uma dose eu pensei: “PQP esse cara é foda!!!” E volto a chapar...

4 comentários:

Bah disse...

Ele era um ótimo arquiteto. Tenho amigas minhas arquitetas que passariam horas falando sobre os feitos dele... Eu gosto da esplanada dos ministérios... como diria meu amigo candango: "o prato dos ricos voltado pra cima e dos pobres, voltado pra baixo". Tem um post meu que falo qdo conheci Brasília.

Kisu!

RAFAEL disse...

Vamos lá, sou arquiteto, vamos trocar ideia a respeito de Niemeyer...rs.

Como profissional posso destacar dois lados que tornam minha admiração pelo bom e velho Oscar ambígua.

Explicando...

Algumas obras de Niemeyer são comerciais e nada há de valor a não ser a sua assinatura de superstar. O complexo do memorial da America latina em SP é um exemplo. Uma obra equivocada numa cidade que muda de cenário constantemente. E tem outras que melhor não citar pq teria que explicar o pq e me e demoraria demais no comentário.

Mas mesmo achando que o arquiteto vendeu projetos demais sem pensar no definitivo uso daquilo sou obrigado a dar a mão a palmatória e concordar contigo sobre o teto da Pampulha, e outras obras incrivelmente geniais, como a catedral de Brasilia, que só que entrou dentro pode saber oq digo. Aquilo é genial, assim como o Palácio do Itamaraty que flutua sobre a água a noite. O museu de arte moderna de Niteroi e algumas outras espalhadas pelo mundo.

Todo artista tem altos e baixos, só não gosto do titulo de melhor arquiteto do Brasil, pq desprestigia outros talentos tão bons qto Oscar.

É isso, tentei ser breve...

abração.

Inaie disse...

Casamento todo pomposo com cachaça e escola de samba? hahahaha

Neanderthal disse...

Oi Cris, eu não sou arquiteta, mas trabalho com preservação de patrimônio (pouca gente sabe) e isso também inclui o arquitetônico.
Oscar Niemayer não foi apenas um grande arquiteto, como uma grande expressão do modernismo brasileiro no mundo. De fato, existem outros igualmente importantes e menos citados.
De todos os exemplos famosos, só não conheço Brasília. E se vc não levar em conta a época em que foram construídos, ao olhar a maioria das construções, não deixam nada a dever às contemporâneas.
Gosto muito!
Beijos