quinta-feira, 21 de junho de 2012

Dona izá

"Sua mãe deixava você comigo ai eu ia até sua casa e te pegava... Cristiano você era gordinho... pesadão... Eu colocava ocê nas carcunda de lado assim ó. E ia caminhando cocê... Ai lá na rua de baixo tinha uns meninos jogando bola e eles chutaram a bola e bateu em mim eu vô e grito: E se tivesse acertado no menino? Ai um vai e fala todo sem graça: ô dona desculpa.



Imagina se tivesse acertado em você, Cristiano?”

Tenho 32 anos e perdi as contas de quantas vezes que escutei essa história de minha avó (mãe da minha mãe) que esta no hospital em estado terminal.

Vou sentir falta de escutar essa história.

Que Deus lhe ilumine. Amém.

10 comentários:

Luana disse...

Ai que lindinha... =)

Que os anjos a levem em paz... E que a gente, que fica, fique bem...

Ju disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Natália disse...

Quase chorei aqui.. =/

penso muito em quando minha vó se for.. ela é tão querida, somos tão próximas..

Que sua vó seja recebida com muita luz!

Meus pêsames..

Gisa disse...

Muita força pra voces que ficam... pois ela estarà indo para um lugar melhor! :)

Inaie disse...

linda a sua avó. imagine todas as boladas que ela levou por vocês e nunca contou.

Cristiano, as avós nunca nos deixam, a minha se foi quando eu tinha 18 anos, mas a presença dela é super forte na minha vida.

Bah disse...

Força aí! Como diz aquele ditado: o que leva dessa vida é a vida que se leva!

Kisu!

Karine disse...

Oh, meodeos!!! Que lindas sao as avós!
Que ela possa descansar em paz. E vocês da família, desejo-lhes força.
Um graaaaaaaande abraço, Cris.

Neanderthal disse...

Oi Cristiano, que chato retornar em um momento como esse.
Toda avó é sempre muito fofa né!
Grande beijo e que vc possa guardar com muito carinho as boas lembranças que te deixará! =)

Jussara disse...

Agonia

Oswaldo Montenegro

Se fosse resolver
iria te dizer
foi minha agonia
Se eu tentasse entender
por mais que eu me esforçasse
eu não conseguiria
E aqui no coração
eu sei que vou morrer
Um pouco a cada dia
E sem que se perceba
A gente se encontra
Pra uma outra folia
Eu vou pensar que é festa
Vou dançar, cantar
é minha garantia
E vou contagiar diversos corações
com minha euforia
E a amargura e o tempo
vão deixar meu corpo,
minha alma vazia
E sem que se perceba a gente se encontra
pra uma outra folia


O que nos mantem após a perda de um ser amado ,é a garantia do reencontro.

Bjim e paz meu afilhado.

Deus os abençoe.

Jussara disse...

Agonia

Oswaldo Montenegro

Se fosse resolver
iria te dizer
foi minha agonia
Se eu tentasse entender
por mais que eu me esforçasse
eu não conseguiria
E aqui no coração
eu sei que vou morrer
Um pouco a cada dia
E sem que se perceba
A gente se encontra
Pra uma outra folia
Eu vou pensar que é festa
Vou dançar, cantar
é minha garantia
E vou contagiar diversos corações
com minha euforia
E a amargura e o tempo
vão deixar meu corpo,
minha alma vazia
E sem que se perceba a gente se encontra
pra uma outra folia


O que nos mantem após a perda de um ser amado ,é a garantia do reencontro.

Bjim e paz meu afilhado.

Deus os abençoe.