quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Diário de um pós-adolecente


Tinha um carinha do interior na faculdade que era gordo, não fazia barba, só tinha duas camisas uma preta do Guns’n Roses e a outra do Marilin Mason que ele ficava variando entre uma ou outra e para piorar ele ficava rolando as mensalidades. Ninguém ligava muito para ele coitado, apesar de ser gente boa. A ultima imagem que tenho dele é ele lendo o juramento de profissão na sala antes da gente colar o grau com sua roupa do Guns .


Ano passado ao rever a turma da faculdade para entregar meu convite de casamento fiquei sabendo o que aconteceu com o cara. Ele era estagiário de uma pequena empresa e cresceu junto com a empresa e o seu salário acompanhou. Ele tinha grana, acho que pela primeira vez, cansou de ser gordo, entrou para a academia e emagreceu. A casa do interior valorizou e ele vendeu por uma boa grana, pela primeira vez ele era assediado pelo sexo oposto. Comprou um carro importado luxuoso, começou a ir para boates caras e a comer mulheres.

Trocou a cerveja barata pelo whisky caro, mulheres a rodo(o carro dele vivia cheio delas), foi apresentado nessas noites a maconha, cocaína e por fim o crack.

O cara surtou como um filme e foi querendo fumar, fumar cada vez mais, ele foi para a sua cidade do interior e comprou uma casa na favela para ficar mais próximo do fornecedor e lá ele morava com uma prostituta que estava com ele porque ele dava droga.

A margem de tudo isso a empresa que ele trabalhava tentou vários contatos e com muito sacrifício ele apareceu, uma sombra do que ele era. Pediu para o chefe uns dias para resolver uns problemas pessoais. Nunca mais voltou. Perdeu o emprego, por abandono de emprego, com seu nome o chamando nos principais jornais do estado.

Na favela que ele morava, passou a vender pequenas quantidades, incomodou os traficantes e a policia foi chamada (melhor a policia do que os próprios traficantes), o que pesou sobre ele era que ele tinha até balança de precisão. Mas conseguiu ser enquadrado como um viciado o que foi uma vitória e a última noticia dele era que estava em uma clinica de reabilitação.

Espero que esteja bem.

4 comentários:

Gisa disse...

que triste... no meio do post achei que ele teria um final feliz. Tambem espero que ele esteja bem.

Heleninha disse...

Uau...parece até novela.

Triste né!

amanda. disse...

a vida não é um filme com final feliz, né?

Silvinha disse...

Sério mesmo????