segunda-feira, 28 de abril de 2014

Teoria: Criança Cresce

Uma vez levei meus afilhados no mesmo parque que meus pais me levavam quando a gente era criança. Percebi que eram os mesmos brinquedos, ai eu conversando com meu pai:

- Pô, pai você acredita que eram os mesmos brinquedos de quando eu era criança?

- As crianças crescem e são sempre diferentes no parque.

Ele tem razão.

E depois dessa conversa criei a teoria da criança cresce.

Outro dia eu fui em uma palestra do Empreendedor Sebrae MG e chegando lá vejo 500 jovens competindo para entrar na palestra “Como resolver os seus problemas”. 

Durante a palestra percebo vários filmando outros escrevendo sem parar uma palestra que no fundo, no fundo era o ciclo PDCA, que eu tinha aprendido já no meu curso técnico. Ai quando eu fiz menção em reclamar de mim, do palestrante e da palestra lembrei da fatídica teoria: criança cresce.

Meu pai realmente tinha razão.

E como já dizia o bom Ary Toledo: Piadas velhas para criança nova e piada nova para os velhos.

8 comentários:

Bell disse...

Criança cresce, mas o triste é quando o adulto passa a não ver mais graça e deixa morrer a criança dentro dele.
Acredito que qualquer situação por mais ridícula que possa ser hj, sempre traz um aprendizado novo =)

PERSEVERÂNÇA disse...

Feliz segunda-feira!
Postagem muito bem explicadinha e harmoniosa.
Gostei muito de ler, parabéns
Abraços
Nicinha

Rapha Barreto disse...

Concordo, vamos crescendo e vendo tudo diferente. O que era difícil antes para nós, hoje é fácil ou até um pouco tolo.

Beijos e ótima semana!

http://mylife-rapha.blogspot.com

Fulana disse...

eu juro que não entendi a conexão e vou ler de novo. rs

J. A. Santos disse...

Infância não é a partir do nascimento com certa idade para certa idade. A criança se torna um adulto, e esquece as coisas infantis. A infância é o reino onde ninguém morre. Edna St. Vincent Millay. Amo está frase. Tem post novo lá no blog, passa lá. http://j-a-santos.blogspot.com.br/ Abraços, J. A. Santos

Miguel Alexandre Pereira disse...

as coisas acabam por continuar as mesmas, nós é que as vemos de maneira diferente...

http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

Luly disse...

Seu pai disse MUITO bem dito, sério, dá vontade de adotar essa pra vida!!!!

Bah disse...

Isso me fez lembrar quando fui visitar uma tia que mora ainda no mesmo prédio onde eu nasci e cresci... parecia tudo tão enorme quando eu era pequena e depois de tantos anos, parece que quem cresceu fui eu auhaua que injustiça, né? rs

Kisu!